Total de visualizações de página

Seguidores

CURTIR_FACEBOOK

Follow by Email

Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

LEITURA: ABRACE ESSA IDÉIA - Atividades a partir do livro:Cordel Adolescente,o xente!

( Veja postagem anterior)




1-     Antes da leitura do livro:

a) Espalhar pelo espaço (sala de aula, de leitura ou corredores) frases que estimulem a leitura do livro, como: Você conhece a Bertulina ( e outros personagens ...)?; Você já viveu uma história de amor?;etc.
b) Colocar imagens de casais de namorados de várias as idades ou casais de namorados com  roupas típicas de várias regiões;
c) Trabalhar  palavras que não fazem parte  do vocabulário do aluno;
d) Trabalhar  o"AMOR",  pedindo que os alunos cantem músicas  e falem sobre o tema;
e) Apresentar  um cordel para e/ou coma turma, construir um dicionário nordestino;
f)  Mostrar xilogravuras e trabalhar a ilustração;
g) Dramatizar a história do livro de forma musicalizada;
h) Criar os personagens com material reciclado.


2-     Após a leitura do livro:


a) Com alunos menores: desenhar seu personagem preferido; de forma coletiva, modificar o final da história; ilustrar as estrofes; criar e decorar os personagens principais:deitar um aluno do sexo feminino e um masculino e um papel pardo para ser o molde;criar cordéis sobre vários assuntos e montar um varal com eles.
b) Com alunos maiores, criar um cordel : inédito ou paródia de um outro e encená-lo caracterizados ; modificar o final da história escrevendo  uma carta ao autor; fazer um dicionário nordestino comparando palavras da sua região.


Observações:


1) Em qualquer faixa etária explicar o que é um Cordel. Que tal usar este?




Quando vou escrever cordel
me dispo da vaidade
esqueço qualquer orgulho
vestido de humildade
pois é poesia popular
que o povo gosta de cantar
pelos cantos da cidade

E fico pensando na lua
com miçangas coloridas
nas estrelas brincalhonas
encantando atrevidas
quando a tarde vai embora
o sol se esconde na hora
esquecendo despedidas

Perpassa pela cachola
miríades de borboletas
pássaros esvoaçando
os números das roletas
mulheres achando graça
garotas lindas na praça
músicas com belas letras

Depressa chega a dúvida
- misteriosa cultura! -
fazendo galo na mente
me trazendo amargura
vislumbrand'o horizonte
subo correndo um monte
pequeno, miniatura

Então troco as palavras
rimo pão com armadura
como pipoca sem sal
feijão, arroz, rapadura
arranco sapatos do pé
escrevo ode à mulher
plantando muita verdura

Mas a danada da poesia
sumindo no crepúsculo
deixa de ser cordel, é cordão
num versinho minúsculo
bem soberbo e abusado
tão ínfimo, tão coitado,
um livro? Não, opúsculo!

Essas coisas populares
pensas ser fácil de fazer?
Estás muito enganado
eu misturo tu com você
equívoco gramatical
terminando por me dar mal
obrigado a beber dendê

Lá vou eu de novo tentar
o destrinche cordelístico
embor'eu não seja mago
vou sendo cabalístico
ao terminar a obrigação
com meu maior dedo da mão
coloco meu interstício



1)  Em parceria com o professor de artes trabalhar MONOTIPIA  (xilogravura) para ilustrar os cordéis criados pelos alunos:


COMO FAZER:


Material: Guache, rolinho de espuma (para pintura);papel para rascunho; fundo de bandeja de isopor;


Etapas:


1. Fazer o desenho no rascunho( papel ofício);
2. Colocar o rascunho em cima do fundo da bandeja de isopor e riscar o desenho com força, sem furá-la, mas é preciso fazer uma " vala "( uma marca do risco)   . O  desenho deve ser riscado espelhado ( o que se que reproduzir deve ser desenhado ao contrário,como por exemplo; letras,números,sinais etc.);
3.Depois passar com um rolinho de espuma, o guache com um pouco de cola misturado;
4.Pressionar na folha como um carimbo e o desenho será reproduzido.














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá Professoras(es) e pedagogas(os), esse Blog tem por finalidade trocarmos experiências sobre Educação. Sejam muito bem-vindos e seu comentário, dicas, opiniões, vivências em nossa área de atuação é muito importante para atualização do mesmo...obrigada, voltem sempre!